A dose extra deverá começar a ser dada na primavera.

Uma dose de reforço adicional deverá começar a ser oferecida a todos os adultos com mais de 75 anos e aos mais vulneráveis ​​com mais de 12 anos na primavera. O anúncio foi feito pelo órgão consultivo de vacinação do Reino Unido.

Muitos dos idosos receberam a última dose no outono e esta dose extra ajudará a aumentar a proteção contra uma possível doença grave provocada pela Covid-19. Segundo a BBC, está também já planeado um programa de reforço de outono, destinado a um grupo mais amplo de pessoas.
 
Para já, é esperado que que as nações do Reino Unido aceitem a recomendação do Comité Conjunto de Vacinação e Imunização (JCVI). De acordo com o comité, vacinar estes grupos trata-se de uma medida de “precaução” e não significa que haja algum perigo para sua saúde.

Até agora, apenas pessoas com o sistema imunitário severamente enfraquecido eram elegíveis para uma quarta dose – três doses mais um reforço. A proposta para a primavera engloba agora adultos com 75 anos ou mais, residentes em casas de repouso para idosos e indivíduos com idade igual ou superior a 12 anos que são imunodeprimidos.

Os adultos receberão uma vacina da Pfizer ou da Moderna, enquanto as crianças dos 12 aos 18 anos receberão a da Pfizer.

Cerca de 7,2 milhões de pessoas no Reino Unido com mais de 75 anos, que já completaram o esquema primário de vacinação contra a Covid-19, serão elegíveis para o reforço extra de primavera. Outro meio milhão de pessoas imunodeprimidas também fazem parte desse grupo de imunização.

Por: Noticias ao Minuto