Rogério Ceni diz adeus ao futebol

547

O dia que muitos adeptos do São Paulo temiam chegou: o Guarda-redes Rogerio Ceni pendurou as luvas e as chuteiras perante 50 mil espectadores.

Na passada sexta-feira, num encontro realizado no estádio do Morumbi, em São Paulo, no Brasil, o guardião do São Paulo, Rogerio Ceni, disse adeus ao futebol depois de 25 anos de carreira como futebolista profissional.

Para homenageá-lo, o São Paulo retirou a camisola numero um (1) e este ainda pediu que, após a sua morte, as suas cinzas fossem espalhadas pelo estádio do Morumbi.

Com 42 anos o «Mito», como é conhecido, deixa o futebol, onde esteve durante 25 anos, com 1.237 jogos oficiais, 26 títulos conquistados, 22 pelo São Paulo e quatro pela Selecção brasileira. 

Ceni também esta no livro dos recordes por ser o guarda-redes que mais golos marcou, totalizando 131.