Rui Águas deixou de ser o seleccionador dos Tubarões Azuis

1860
Depois de muita especulação Rui Águas deixou oficialmente de ser seleccionador nacional de Cabo Verde. O ex-seleccionador dos Tubarões Azuis aproveitou o primeiro dia do ano para enviar um comunicado informando que deixou o cargo. O principal motivo não foi revelado, mas o facto de estar oito meses sem receber deverá ter sido um dos motivos. Eis o comunicado que Rui Águas divulgou: “Decidi ser esta a altura indicada para procurar um novo rumo para a minha carreira. Mesmo sendo difícil para mim dar este passo, chegou o momento de deixar o cargo de seleccionador nacional que tive o privilégio de ocupar até então. Ao Sr. Mário Semedo e ao Sr. Gerson Melo que em mim apostaram, agradeço as possibilidades que me proporcionaram de viver momentos únicos, que nunca esquecerei. Mas porque tudo tem limites, penso ser o mais sensato a fazer agora, em função das dificuldades que enquanto profissionais fomos sistematicamente vivendo. É costume dizer-se que os treinadores vivem de resultados, mas a verdade é que não é só deles que vivem as famílias… Procurei entretanto que esta saída acontecesse no período competitivo menos complicado possível, com maior intervalo temporal entre jogos, permitindo assim, com maior à vontade, a necessária reestruturação da equipa técnica nacional. Aos adeptos cabo-verdianos fica o meu sincero reconhecimento pela simpatia e pelo incrível apoio que sempre nos deram, em muito também responsável pelas nossas vitórias. Acredito que dificilmente voltarei a viver momentos de tamanha alegria e intensidade, como aqueles que passámos juntos. A todos os jogadores, Staff Técnico e também à Imprensa, deixo o meu agradecimento e a certeza que continuarei a vibrar com as vitórias dos Tubarões Azuis.”