Santa Cruz: Formadora em apicultura propõe criação de cooperativa para produção de mel de abelha

982

A formadora em apicultura da associação italiana Il Vercellese Verso Santa Cruz, Germana Vercellino, propôs hoje a criação de uma cooperativa para produção de mel de abelha em Santa Cruz, concelho com “muitas abelhas por explorar”.

Foto: Inforpress

No final de uma formação destinada a cerca de 40 produtores e agricultores santa-cruzenses, a especialista apontou a construção de colmeias, vestes e confecção e venda do mel de abelha como sectores a explorar pelos jovens formandos.

“Unidos e com especialização”, precisou, essa cooperativa, que irá contar com o apoio da autarquia santa-cruzense, “tem tudo para dar certo”, tendo em conta que “os jovens estão capacitados” e aprenderam novas técnicas em apicultura.

Segundo explicou Germana Vercellino, a apicultura feita em Cabo Verde é a tradicional como a que se faz em toda África, mas “destrói todo apiário”, diferente da praticada em Itália, que é “racional” e vai desde a recolha do mel, pólen, própolis e geleia real, ou seja, “não destrói os produtos reproduzidos” pelas abelhas.

Entretanto, alertou os formandos, a formação requer continuidade e, por isso, a necessidade de mais uma acção formativa no próximo ano no concelho, desta feita em horticultura. O presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Carlos Silva, destacou a importância da formação, que, sustentou, vai “oferecer rendimento e auto-emprego” a várias famílias.

O edil prometeu ainda trazer mais especialistas em apicultura para capacitar produtores e agricultores, por acreditar que o município “tem potencialidades” para ser “uma referência” na produção de mel de abelha no país.

Os formandos também reconheceram as potencialidades do concelho na exploração do mel de abelha e consideraram a formação “uma oportunidade de negócio”. A formação culminou na entrega de certificados a cerca de 40 agricultores e produtores e uma aula prática de extracção de mel no terreno, esta última, enquadrada na parceria entre a câmara e a associação Il Vercellese Verso Santa Cruz, que data de 2014.

Fonte: Inforpress