Seleções europeias ameaçam abandonar FIFA contra Mundial de dois em dois anos

89

Presidente da UEFA estaria disposto a apoiar as federações que protestem contra a alteração.

agência noticiosa Associated Press adianta, esta quarta-feira, que “mais de uma dúzia de nações europeias” estarão a equacionar seriamente abandonar a FIFA caso a atual proposta de realizar Campeonatos do Mundo de dois em dois anos seja aprovada.

Esta ameaça surge pouco tempo depois de o organismo que rege o futebol internacional, Gianni Infantino, ter ligado pessoalmente aos presidentes de várias das 55 federações do Velho Continente para explicar os benefícios desta alteração.

A mesma publicação acrescenta que “qualquer país que abandone a FIFA poderia ter o apoio do presidente da UEFA, Aleksander Ceferin”, que também já tornou pública a oposição a esta proposta, devido ao congestionamento de jogos que iria provocar.

Até ao momento, Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia, Islândia e as Ilhas Faroé foram os únicos países a tornar pública a insatisfação para com os Mundiais de dois anos, em forma de um comunicado conjunto publicado na passada semana.

Por: Noticias ao Minuto