Sete anos de prisão: Qatar proíbe sexo fora do casamento durante Mundial

135

O Comité Supremo do país anfitrião informou em comunicado que “o Qatar é um país conservador e demonstrações públicas de afeto são desaprovadas, independentemente da orientação sexual”.

Nova polêmica em torno da celebração do Mundial do Qatar 2022, que acontecerá de 21 de novembro a 18 de dezembro.

O diário britânico Daily Star alertou que relações extraconjugais no país árabe estão proibidas e também serão proibidas durante o evento desportivo.

O Comité Supremo do país anfitrião informou em comunicado que “o Qatar é um país conservador e demonstrações públicas de afeto são desaprovadas, independentemente da orientação sexual”. Agora, o meio de comunicação social acima mencionado afirma que as relações sexuais fora do casamento podem levar a penas de prisão de até sete anos.

Especificamente, uma fonte policial teria explicado ao meio de comunicação britânico que não pode haver encontros extraconjugais de natureza sexual durante a celebração do Mundial. “O sexo está muito fora do cardápio, a menos que duas pessoas cheguem na condição de marido e mulher”, revela esta mesma fonte.

Por: Noticias ao Minuto