Soraia Ramos, Djodje e Nelson Freitas nomeados para os ‘Grammy de África’

167

Considerado os ‘Grammy de África’, o Festival de Todos os Prémios de Música de África (Afirma, no acrónimo em inglês) registou 8.880 inscrições e conta com artistas de 50 países africanos das cinco regiões de África, além de 10 países dos Estados Unidos da América e da Europa, incluindo Portugal.

Em relação ao galardão para melhor artista feminina, entre as nomeadas encontram-se quatro de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP): Anna Joyce (Angola), Edmazia Mayembe (Angola), Pérola (Angola) e Soraia Ramos (Cabo Verde).

Os nomeados para melhor artista masculino, oriundos de países lusófonos, são C4 (Angola), Calema (São Tomé e Príncipe), Rui Orlando (Angola), Djodje (Cabo Verde) e Nelson Freitas (Cabo Verde).

Em relação à categoria de melhor artista africano na diáspora, Nelson Freitas está nomeado pela ligação entre Cabo Verde e Portugal.

Segundo a organização do certame, das 8.880 inscrições registadas para o festival deste ano, a região da África Ocidental lidera (30,4%), seguindo-se a África Oriental (28,8%), a África Austral (22,9%), a África Central (12,3%), o norte de África (4,9%) e os artistas internacionais (0,7%).

As nomeações estão dispersas por 40 categorias de prémios regionais e continentais, os quais serão conhecidos já em novembro.

Fonte: Lusa