Turistas assaltados em iates na baía do Tarrafal de Santiago

249

Um grupo de quatro turistas de nacionalidade suíça foi assaltado no ultimo domingo sob ameaça de arma de fogo, na baia do Tarrafal, na ilha de Santiago, a bordo de um iate alugado a empresa Meio de Atlântico, sediada em S. Vicente.

Foi a segunda ocorrência consecutiva desse género e com o mesmo “modus operandi”, o que levou a empresa mindelense e o gestor alemão Kay Brossman a aconselhar os turistas a evitarem essa bonita baía.

“O primeiro assalto aconteceu no dia 02 de Fevereiro. A tripulação do iate C’ Alma, alugado à nossa empresa, foi rendida por três meliantes, sob ameaça de facas e de uma arma de fogo. Estes terão acedido ao iate num barco de borracha com um motor potente. Levaram tudo, desde dinheiro, roupas, telemóveis e aliança de casamento”, relata.

Os três estrangeiros, de nacionalidade alemã e com idade compreendida entre os 55 e 65 anos, prossegue Kay Brossman, foram amarrados e amordaçados com recurso a uma fita adesiva. Conseguiram soltar-se depois que os criminosos abandonaram o barco. “Os turistas estavam traumatizados, pelo que optaram por levantar ancora e abandonar aquela baia. Só foram parar na baia do Tarrafal de S. Nicolau. Lá os três alemães apresentaram uma queixa na Policia Nacional”, completa.

Se já não bastava o susto e os constrangimentos resultantes deste primeiro assalto, este domingo, 09 de Fevereiro, de acordo com o entrevistado do MindelInsite, um segundo iate voltou a ser tomado por meliantes. “Deste vez as vitimas foram quatro cidadãos de nacionalidade suíça. Foram abordados por quatro bandidos, que novamente chegaram ao iate num bote de borracha. Foram rendidos e os ladrões recolheram tudo o que encontraram a bordo e que tinha algum valor”, acrescenta Brossman.

Por causa disso, diz este entrevistado do Mindelinsite, a sua empresa está a aconselhar os seus clientes a evitarem aquela baia, uma situação que, afirma, pretende manter até terem alguma garantia de segurança das autoridades. A empresa Meio do Atlântico abordou as policias Nacional e Judiciaria e o Consulado alemão no Mindelo sobre estes dois assaltos. Neste momento, o Consultado está a alertar os cidadãos alemães que visitam Cabo Verde a terem cautelas e a evitar a baia do Tarrafal de Santiago.

Por: MindelInsite