Turquia: Descobre que homem a quem chamava pai era o assassino do pai biológico

455

Berrin N. decidiu, aos 49 anos, processar o homem que julgava ser o seu pai.

A mulher, da Turquia, descobriu que o homem ao lado do qual cresceu e a quem chamava pai, Mahir A., era afinal o assassino do seu pai biológico.

A mãe de Berrin era casada com este homem mas mantinha uma relação extraconjugal com Mustafa, o verdadeiro pai de Berrin. Mahir terá apanhado os dois juntos e matou o pai biológico de Berrin, assumindo depois a sua paternidade.

A descoberta foi feita na sequência de uma discussão familiar em que a sua meia-irmã, que sabia de tudo, decidiu revelar o segredo da família. A mãe da mulher morreu há alguns anos sem ter contado a verdade à filha.

Berring, da região turca de Mugla, decidiu processar o homem, tendo ordenado a realização de um teste de DN para comprovar se este era seu pai ou não. O teste resultou negativo, tendo a mulher aberto um novo processo, desta vez para que lhe seja atribuída a paternidade correta.

Este último processo, segundo o The Mirror, exige que a sepultura de Mustafa seja aberta para que sejam realizados testes de ADN.

Por: Noticias ao Minuto