Um homem na casa dos 40 anos de idade terá matado a própria filha de 13 anos e posto em fuga. O caso aconteceu esta manhã em Pedra Badejo, concelho de Santa Cruz, e tem a população local em estado de choque.

As autoridades policiais estão no local com o corpo da vítima ainda chão de um pardieiro na zona de Achada Campo, em Pedra Badejo, mas ainda não se sabe ao certo o que terá sucedido ou as causas deste hediondo crime. Apenas que o principal suspeito é o próprio pai da criança, uma aluna do Oitavo ano de escolaridade, que, encontra-se a monte neste momento.

Informações recolhidas por Santiago Magazine indicam que a adolescente tem ferimentos no pescoço provocados por arma branca (em princípio faca) e um bombeiro que viu o corpo garante que a mesma terá sido degolada.

O principal suspeito será o próprio pai, um eletricista na casa dos 40 anos de idade (ex-funcionário da Câmara Municipal de Santa Cruz, que foi visto a sair de um bar com uma garrafa de cerveja na mão e acompanhada da filha, enquanto caminhava na direcção do pardieiro onde a estudante seria encontrada sem vida.

Um colega da vítima disse que a adolescente estava com ele e mais outros colegas em trabalho de grupo desde as 9 horas desta manhã na Biblioteca do Liceu de Pedra Badejo. E que a menina teve que sair após receber uma chamada do seu pai para se encontrarem a fim de lhe entregar dinheiro. Ela não voltou ao Liceu.

Este caso está a chocar a população de Pedra Badejo, que acorreram logo ao lugar para acompanhar o caso, debaixo de um clima de tristeza e revolta.

Por: Santiago Magazine