Vice-presidente do Suriname titular aos 60 anos em jogo da CONCACAF (VIDEO)

173

Ronnie Brunswijk, vice-presidente do Suriname, está a dar que falar por ter sido titular num encontro da Liga CONCACAF.

A situação é insólita porque Ronnie Brunswijk, que também é presidente do Inter Moengotapoe, equipa pela qual alinhou, já tem 60 anos. Ainda assim, foi titular e capitão da equipa no encontro com os hondurenhos do CD Olimpia.

O político já tinha jogado em encontros da liga nacional, mas nunca a nível internacional. Aliás, neste encontro, tornou-se no jogador mais velho a disputar um encontro internacional de clubes.

Ronnie Brunswijk nasceu a 7 de março de 1961, seis meses antes da criação da CONCACAF, e usou a camisola 61, em referência ao ano do seu nascimento.

Jogou ao lado do filho, Damian Brunswijk (que saiu aos 24 minutos), e foi substituído aos 54 minutos, quando a sua equipa já estava a perder por 3-0. No final, o marcador marcou 6-0 para os hondurenhos.

O político, que participou num golpe de estado nos anos 80 para derrubar o antigo ditador Dési Bouterse, não poderá disputar a segunda mão nas Honduras por ter problemas com a justiça.

Chegou a estar na lista de procurados da INTERPOL. Foi condenado à revelia a oito anos de prisão por tráfico de droga em 1999 pela justiça holandesa e dez anos pela justiça francesa, mas o Suriname não extradita os seus cidadãos, pelo que nunca cumpriu as penas.

A imprensa local fez eco de videos em que Ronnie Brunswijk parece distribuir dinheiro pelos adversários, no final do jogo.

Por: Maisfutebol