Voo MH370 da Malaysia Airlines caiu no Oceano Índico

1348

Terminou o mistério: o avião da Malaysia Airlines despenhou-se no sul do Índico.

Possíveis destroços do avião da Malásia [Reuters]

A  noticia foi dada pelo primeiro-ministro da Malásia, hoje, numa conferência de imprensa  onde as famílias já foram informadas do ocorrido. Najib Razak, primeiro-ministro, informou que dados de satélites confirmam que a última posição do avião desaparecido da Malaysia Airlines foi no sul do Oceano Índico, a sudoeste de Perth, na Austrália.

Horas antes da conferencia de imprensa do primeiro-ministro um avião chinês tinha detectado vários “objectos suspeitos” a flutuarem nos mares a sudoeste da Austrália, na mesma zona identificada pelos satélites. O avião despenhou-se no mar muito longe de qualquer zona de aterragem, e que confirma que o aparelho se desviou bastante da rota.

O primeiro-ministro baseou as suas declarações na análise de imagens de satélite que situam a última visualização do aparelho no sudoeste da cidade australiana de Perth.

As famílias foram, segundo a France Press (citando a BBC), informadas via SMS com o texto de que «A Malaysia Airlines lamenta profundamente que temos de assumir, sem dúvida alguma, que o voo MH370 se perdeu e que nenhuma das pessoas a bordo sobreviveu».

O avião saiu de Kuala Lumpur no dia 8 de Março com destino a Pequim e transportava 239 pessoas.